Grêmio localiza imagens na Arena e tenta identificar torcedor em possível caso de racismo


 Após tomar conhecimento do suposto caso de injúria racial na Arena na derrota por 5 a 4 diante do Fluminense, a direção do Grêmio analisa as imagens das câmeras de segurança do estádio. Conforme o diretor jurídico Nestor Hein, o clube gaúcho trabalha para identificar o torcedor ou torcedora que teria proferido xingamentos de cunho racista durante o gol do atacante Yony González, em jogo disputado no domingo, pelo Brasileirão.

Em imagens divulgadas pela TV oficial do Fluminense, é possível ouvir xingamentos vindos das arquibancadas após o colombiano marcar o quinto gol. Alguém teria gritado a palavra "macaco". Nestor Hein disse que o clube gaúcho agirá com “responsabilidade” para identificar possíveis envolvidos. O diretor jurídico do Grêmio ainda lamentou o episódio na casa gremista.

– Já localizamos as imagens na Arena e estamos identificando o responsável. É preciso ter muita responsabilidade e cuidado em um caso desses, porque repercute na vida dessa pessoa. Como clube popular, o Grêmio não pode ter esse tipo de situação na torcida – afirma Hein.
Em contato com o GloboEsporte.com, a assessoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) disse que a Procuradoria vai analisar o caso.
A ascensão de classe que o esporte nos proporciona incomoda muita gente. O Futebol não pode ser o lugar que racistas, xenofóbicos, misóginos e homofóbicos vomitarão seus absurdos e ficarão impunes. 
 
O lateral-direito Igor Julião, do Fluminense, compartilhou um vídeo nas redes sociais e pediu que "medidas urgentes" fossem tomadas.
– A ascensão de classe que o esporte nos proporciona incomoda muita gente. O Futebol não pode ser o lugar que racistas, xenofóbicos, misóginos e homofóbicos vomitarão seus absurdos e ficarão impunes. Medidas precisam ser tomadas URGENTE – escreveu o jogador do Flu.
Também nas redes sociais, o Fluminense afirmou que "um grande jogo entre dois gigantes não tem lugar para o racismo". O Grêmio também divulgou uma nota, na qual afirma que está apurando o ocorrido e manifesta repúdio "a todos os tipos de injúria".
 
 

Fonte: Globo Esporte - Postado em 07/05/2019



Copyright 2019 - Todos os Direitos reservados