Mulher mantida em cárcere privado pelo ex-marido também estuprada em Santo Antônio da Platina


Além de agredir e manter a esposa em cárcere privado dentro da própria casa, o marido também estuprou a mulher, segundo boletim de ocorrência da PM de Santo Antônio da Platina, na manhã de segunda-feira, 12 por volta das 9hs, Bairro Aparecidinho. O suspeito fugiu assim que a esposa conseguiu sair da casa e pedir ajuda.

A vítima, de 17 anos, ficou com hematomas pelo corpo, principalmente na região dos braços.
Segundo a PM, o ex-marido entrou na casa da ex, e já foi ameaçando e dizendo que ela não iria ficar com mais ninguém. Foi agredida, estuprada e mantida em cárcere durante toda a noite.
Ela só conseguiu sair da casa na manhã de segunda-feira, onde conseguiu sair pedindo ajuda para uma vizinha.
A vizinha relatou que a vítima está desde o dia anterior (11/08) sendo mantida na residência e estava sofrendo tortura pelo seu companheiro e no dia seguinte foi agredida e obrigada a ter relações sexuais sem seu consentimento com o marido pela manhã e que o memso fugiu assim que teve oportunidade. A testemunha ainda contou que, após o fato, a vítima conseguiu se retirar da residência e pedir ajuda.
Os PMs foram acionados e prestaram atendimento à vítima. Na ocasião, a menor estava acompanhada de uma tia e relataram as agressões, inclusive que a levou à força para seu quarto a segurando fortemente pelo braço e tapando sua boca impedindo-a de gritar e também de sair para procurar socorro. Salienta ainda, que o ex passou a noite toda em sua residência e que desde sua chegada tentou praticar ato sexual com ela, porém a mesma vinha se recusando a cometer o ato. Porém no dia seguinte, ele a obrigou a ter relações sexuais sem seu consentimento, mesmo com a vítima pedindo para que o mesmo parasse de forçar tal ato. Após após a pratica do fato, a vítima conseguiu pedir ajuda a uma vizinha e o agressor se evadiu da residência tomando rumo ignorado.
A vítima foi encaminhada ao pronto-socorro municipal e lá passou por consulta médica e avaliação, sendo liberada em seguida. O acusado ainda não havia sido localizado até o fechamento desta matéria.
A PM informou que durante atendimento de ocorrência no local, forma informados pela tia da vítima, que por volta das 02h30 min a polícia teria sido acionada através de vizinhos, os quais relatavam que um homem estaria agredindo sua esposa na residência, porém o fato não teria sido constatado.

Fonte: Redação Simone Chiusoli - foto: meramente ilustrativa - Postado em 13/08/2019



Copyright 2019 - Todos os Direitos reservados