São Paulo encerra temporada com considerável aumento de receita com patrocínios


Se dentro de campo os resultados não foram dos melhores, apesar do título paulista, fora dele o São Paulo tem motivos para comemorar. O clube conseguiu aumentar sua receita com patrocínios presentes no uniforme de jogo do time profissional de futebol.
Nesta temporada um dos acordos firmados pelo São Paulo foi com a Sportsbet.io, que pagará R$ 24 milhões por temporada a partir de 2022 para estampar sua marca na principal área do uniforme. Neste ano, a empresa desembolsou R$ 15 milhões para estar presente na camisa tricolor a partir de julho.
O São Paulo também fechou parceria com a Roku, empresa de aparelhos que dão acesso a plataformas de streaming, por 1 milhão de dólares (R$ 5,5 milhões), válido por um ano, e, mais recentemente, com a empresta de bitcoin Bitso, que desembolsará R$ 13,5 milhões anualmente pelas próximas três temporadas.
O Tricolor ainda tem acordos mais modestos com Cimentos Cauê, ABC da Construção, Cartão de Todos e Gazin. As três primeiras empresas estampam suas marcas no calção, enquanto a última aparece na barra traseira da camisa.
A nível de comparação, em 2020 o São Paulo renovou a parceria com o Banco Inter, então seu patrocinador máster, aceitando receber pouco mais de R$ 500 mil mensais de maio até dezembro, valor bem abaixo do mercado para um clube com o alcance do Tricolor.

Ainda em 2020, com o futebol profissional, o São Paulo arrecadou com todos seus patrocinadores apenas R$ 16 milhões. Para ter uma ideia, o valor é quase equivalente ao que o clube receberá somente da Bitso, empresa que estampará sua marca nas mangas do uniforme. 

Fonte: gazeta - Postado em 31/12/2021



Copyright 2022 - Todos os Direitos reservados