Deputado paranaense diz que prefere morrer a ter os filhos vacinados contra a Covid


O deputado federal Diego Garcia (Podemos) afirmou que prefere perder o mandato e morrer a ter os filhos vacinados contra a Covid-19. As declarações foram feitas durante uma transmissão ao vivo no You Tube, no último dia 28, em que outros parlamentares e médicos discutiam aspectos jurídicos, políticos e médicos da vacinação de crianças. O parlamentar do Podemos é casado e pai de três filhos. 
“Meus filhos não serão vacinados. Eu já falei para o secretário de Saúde aqui de Londrina. Só passando por cima do meu cadáver vai vacinar os meus filhos. Vão ter que me matar. Vão ter que tirar a minha vida. Eu estou disposto a perder o meu mandato, mas ninguém vai impor a vacinação desse experimento junto dos meus filhos. Em hipótese alguma”, disse Garcia, que é um dos autores de um projeto que pretende suspender a decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que autorizou a vacinação de crianças. O parlamentar é defensor do chamado “tratamento precoce” com medicamentos sem eficácia comprovada contra a Covid.
“Vão colocar as nossas crianças como gado destinado ao matadouro. Vão colocar as nossas crianças todas enfileiradas e não vão dar sequer aos pais orientação de quando eles vão poder notificar eventuais reações adversas”, alegou o deputado. Ele prometeu ainda “fazer tudo o que for possível para que não aconteça esse massacre de inocentes em todo o território nacional”.

    

Fonte: jrdiario com bem paraná - Postado em 04/01/2022



Copyright 2022 - Todos os Direitos reservados